DESTAQUES CEARENSES

DESTAQUES

CEARENSES

Edição

2020

Alexandre Sales

Troféu Empreendedores

*******

Igor Queiroz Barroso

Troféu Benemerência

*******

Cabeto Martins Rodrigues

Troféu Prasino Angelos

_______________________

PALAVRA DO ANO

EM 2020

“PANDEMIA”

*******

SENTIMENTO

MAIS DEMANDADO

EM 2020

“RESILIÊNCIA”

______________________

quarta-feira, 27 de maio de 2015

NOTA ACADÊMICA


SHIRAN MILTON MOREIRA
COMENDADOR DA ACLJ
RECEBE A MEDALHA BOTICÁRIO FERREIRA


A Câmara Municipal de Fortaleza realizou nesta terça-feira, 26 de maio, às 19h30, no Auditório Ademar Arruda, uma solenidade para a entrega da Medalha Boticário Ferreira ao professor de Judô Milton Nunes Moreira. A autoria da proposta de outorga foi da vereadora Germana Soares (PHS). 
Milton Nunes Moreira nasceu no dia 24 de Janeiro de 1917 em Fortaleza, e, portanto, conta 98 anos. Na juventude trabalhou como sapateiro, alfaiate, instrutor de Jiu-Jitsu, e a partir dos quarenta anos de idade passou a dedicar a vida ao ensino do Judô.
Em 24 de Janeiro de 1967 criou o Centro de Judô Cearense, que depois foi renomeado para Academia Judô Clube Sol Nascente, nome que a instituição tem até hoje.
Milton Moreira é faixa preta de judô, em 9º Dan, o mais elevado grau dos professores, correspondente à faixa especial vermelha e branca, que identifica os “mestres dos mestres”, os quais recebem o título honorífico de “Shiran”, concedido pela Confederação Brasileira de Judô. 
A Outorga da referida comenda, além de prestigiar a figura do nosso professor, prestigiará todos os praticantes do Judô em atividade, assim como a memória daqueles que faleceram durante esta caminhada, da existência do Judô em nossa cidade”, afirma a vereadora na justificativa da proposta da homenagem.
O judô, arte marcial criada pelo japonês Gigoro Kano no início do Século XX, palavra que se pode traduzir do japonês como “modo gentil”, difere das demais artes marciais porque não visa jamais contundir ou machucar, mas apenas tirar o equilíbrio e conter no solo o contendor. 

O judô é prática profundamente educativa para as crianças pequenas, repercutindo no caráter dos futuros adultos praticantes, em virtude da filosofia oriental preconizada pelo criador da modalidade.

Por exemplo, ensinam os mestres de judô a cada um de seus alunos infantis que o dojô (local de treinamento) representa o mundo, e o adversário representa ele mesmo, na sua luta pelo autocontrole vida afora. A reverência ao mestre, a disciplina nos treinos, a elegância dos rituais, o respeito ao adversário tudo isso são corolários nobres do judô.

Na última reunião da Decúria Diretiva da ACLJ o nome de Milton Moreira foi proposto pelo jornalista Vicente Alencar para receber a Comenda Educador Edílson Brasil Soares, reservada aos velhos pedagogos locais, inclusive os que ao longo da vida transmitiram a gerações de cearenses práticas artísticas e desportivas saudáveis, e outros saberes que não constam dos currículos escolares. A propositura foi acatada unanimemente.

A outorga oficial do referido título, e a entrega da correspondente medalha ocorrerão em Assembleia Geral Ordinária da Academia, em 26 de novembro próximo, no auditório da Associação Cearense de Imprensa – ACI, no Centro de Fortaleza.

Nenhum comentário:

Postar um comentário