DESTAQUES CEARENSES

DESTAQUES

CEARENSES

Edição

2020

Alexandre Sales

Troféu Empreendedores

*******

Igor Queiroz Barroso

Troféu Benemerência

*******

Cabeto Martins Rodrigues

Troféu Prasino Angelos

_______________________

PALAVRA DO ANO

EM 2020

“PANDEMIA”

*******

SENTIMENTO

MAIS DEMANDADO

EM 2020

“RESILIÊNCIA”

______________________

terça-feira, 14 de julho de 2015

NOTA JORNALÍSTICA - ACI Cumpre Novent'anos


ACI CUMPRE NOVENT’ANOS


A Associação Cearense de Imprensa (ACI) está completando 90 anos de fundação na data de hoje, 14 de julho de 2015. A ACLJ saúda e parabeniza a ACI por essa longeva marca etária, na pessoa da Profa. Adísia Sá, sua atual e operosíssima presidente.

Mas a data é de suma importância em razão do peso e da força que esta instituição teve um dia na nossa sociedade, e pela consequente relevância histórica de que ela desfruta ainda hoje e para sempre.   

Até os anos 70 a ACI congregava no Estado do Ceará todos os luminares da imprensa local, assim como fazia a Associação Brasileira de Imprensa (ABI), sediada no Rio de Janeiro, em âmbito nacional. Eram atuantes defensores do interesse público, dos direitos civis e das liberdades sociais, como elementos importantíssimos da dita sociedade organizada.  

Portanto, essa instituição, agora nonagenária, gozou de imenso prestígio no passado. Nada acontecia no Ceará sem a sua participação, assim como a ABI marcava sua presença e dava o seu crivo em todos os grandes momentos da vida nacional.

A sobrevivência da ACI até nossos dias é devida principalmente ao empenho do jornalista e advogado Porboyre e Silva, tio do nosso confrade Fernando César Mesquita, que em meados do século passado fez campanhas que mobilizaram toda a sociedade cearense para a construção do edifício sede da instituição, a que hoje empresta o nome, e que recebe o apropriado epíteto de “Casa do Jornalista”.

Com sua sede própria e com a renda que o condomínio lhe proporciona a ACI tem resistido a todas as grandes crises brasileiras e aos maiores reveses mundiais, sobrevivendo à evolução de costumes, ao progresso tecnológico, e às alterações profundas em todas as relações na sociedade.    

Hoje, a OAB, a CNBB, a FEBRABAN, a ABERT, as federações das indústrias, o CRM, o CREA, o MP, dentre outros, são estamentos com voz altiva na vida pública brasileira, papel que cumprem com grande brilhantismo e eficiência.

Mas nos falta uma representação legítima e prestigiada para a classe jornalística como a exercida pela ABI e a pela ACI – sem o caráter patronal dos que visam apenas as questões de mercado – e sem o ranço ideológico das organizações sindicais, que cuidam corporativamente de emprego e salário, mas que não têm atribuição nem interesse em defender a mais ampla difusão das notícias nem a mais plena liberdade de expressão. 
    

Tasso apresenta Voto de
Congratulações pelos 90 anos da ACI
Wilson Ibiapina*


O Senador Tasso Jereissati (PSDB/CE) apresentou, na tarde desta segunda-feira (13) no plenário do Senado Federal, Voto de Congratulações à Associação Cearense de Imprensa - ACI, que completa 90 anos de existência nesta terça-feira (14).

Segundo Tasso, "Uma das mais respeitadas e reconhecidas entidades de Comunicação em todo o Brasil,  a ACI fez história na comunicação social e imprensa do Ceará, e se esforça, desde sua criação, em mediar diálogos de classe, contribuindo para o entendimento entre veículos e profissionais."

Há nove décadas congrega jornalistas, gráficos, radialistas, publicitários, escritores e outros profissionais do setor de comunicação, atuando sempre na defesa dos direitos da liberdade de expressão.

Tasso Jereissati destacou ainda a personalidade e liderança da jornalista e professora Adísia Sá, atual Presidente da ACI e uma das mais respeitadas profissionais de imprensa do país.


*Wilson Ibiapina
Jornalista
Diretor da Sucursal do Sistema Verdes Mares de Comunicação em Brasília - DF
Titular da Cadeira de nº 39 da ACLJ

Nenhum comentário:

Postar um comentário