DESTAQUES CEARENSES

DESTAQUES

CEARENSES

Edição

2020

Alexandre Sales

Troféu Empreendedores

*******

Igor Queiroz Barroso

Troféu Benemerência

*******

Cabeto Martins Rodrigues

Troféu Prasino Angelos

_______________________

PALAVRA DO ANO

EM 2020

“PANDEMIA”

*******

SENTIMENTO

MAIS DEMANDADO

EM 2020

“RESILIÊNCIA”

______________________

quinta-feira, 30 de agosto de 2018

RESENHA - Programa Da Hora - 28 e 30.08.18

PROGRAMA “DA HORA”
APRESENTADOR
ALFREDO MARQUES
TV UNIÃO
28 E 30.08.18


O Programa Da Hora  que vai ao ar, ao vivo, de segunda a sexta-feira, às 12:30h, com reprise às 18:30h, pela TV União (Canal 17.1 na TV aberta e 521 na Multiplay)  na edição desta última terça-feira (28.08) foi entrevistado o General Hamilton Mourão, candidato a vice-presidente na chapa de Jair Bolsonaro. 

















Participaram o apresentador titular Alfredo Marques, os também advogados Roberto Pires e Djalma Pinto, e a Cientista Política Carla Michele Quaresma.



O militar da reserva se mostrou uma pessoa muito leve e objetiva, falando sobre a excelência do ensino militar que o seu eventual governo aplicará na escola pública nacional. 

Segundo exemplificou, de nada adianta instituir cotas universitárias se as pessoas chegam ao ensino superior sem dominar conteúdos indispensáveis aos estudantes do ensino fundamental e médio, em face da má qualidade das escola públicas. Referiu a cadetes das Forças Armadas que chegam ao ensino superior sem a instrução primária imprescindível.

Questionado a respeito pelo Professor Djalma Pinto, defendeu que o ensino público deveria ter a mesma qualidade do privado, de modo que os filhos da pobreza tenham acesso à universidade gratuita por mérito – enquanto os alunos de classe média tivessem que pagar – e deu o exemplo dos seus próprios filhos, que fizeram faculdades de graça, quando poderiam ter pago – o que não poderiam fazer, mesmo que quisessem.

Perguntado pelo apresentador Alfredo Marques sobre a defesa que ele tem feito da ditadura militar, usando da democracia para atacar a democracia, o General Mourão respondeu que no período de exceção houve mesmo autoritarismo, tortura e mais de quinhentas mortes.

Porém que, segundo ele, somente sofreram essas agruras os que resolveram enfrentar o Estado – e não para conquistar a democracia, mas para instalar a ditadura o proletariado – e que dizer o contrário seria falta de honestidade intelectual.

Ao ser abordado por Carla Michele, que queria saber o seu pensamento sobre o machismo e a desigualdade salarial entre homens e mulheres, o General sorriu e festejou sua intervenção como o momento mais ameno da entrevista – ele reagiu exatamente com a gentileza diferencial que as feministas deploram.

Finalmente respondeu que sua mãe trabalhava fora de casa já nos anos 50, e que a sua falecida mulher também trabalhava, assim como a sua filha, e pelo menos nas Forças Armadas as mulheres ganham o mesmo que os homens e já estão atingindo as patentes mais elevadas. 
........................................................................................     

Na edição desta quinta-feira (28.08) o Programa Da Hora contou com Roberto Pires, Reginaldo Vasconcelos e com o médico Antônio Mourão  além do apresentar Alfredo Marques, em que trataram, entre outros temas, da péssima qualidade do Judiciário cearense – com críticas também à Justiça Federal no Ceará, que não tem julgado autoridades com a celeridade necessária.


Nenhum comentário:

Postar um comentário