DESTAQUES CEARENSES

DESTAQUES

CEARENSES

Edição

2020

Alexandre Sales

Troféu Empreendedores

*******

Igor Queiroz Barroso

Troféu Benemerência

*******

Cabeto Martins Rodrigues

Troféu Prasino Angelos

_______________________

PALAVRA DO ANO

EM 2020

“PANDEMIA”

*******

SENTIMENTO

MAIS DEMANDADO

EM 2020

“RESILIÊNCIA”

______________________

sábado, 25 de abril de 2015

VICENTE ALENCAR. EDIÇÃO Nº 785.



CRESÇA
"Não deixe que o desânimo chegue perto de você. Acredite no que faz, e os seus dias serão bem melhores, a partir de hoje. Cresça para o mundo" (Jornalista Vicente Alencar).

POESIA – DE LEVE
1 - "No plenilúnio quando vagueias, corre em minhas veias uma dor surda" (Poeta José Telles, da Academia Cearense de Letras).

2 - "Teu olhar me desnuda e percorre as veredas de minha alma à procura de respostas que eu não tenho" (Poetisa Ana Paula Medeiros, da Academia Cearense da Língua Portuguesa).

3 - "Tanta ternura ainda resta em nossas vidas! Quem sabe... um louco amor à nossa espera, para novamente ouvir frases descabidas" (Poeta  Moreira Brito (Autor de Sonhos & Lamentos).

4 - "Arde em meu peito a chama do desejo. Quem dera mais um beijo para queimar a boca" (Poetisa Juçara Valverde, da Academia Brasileira de Médicos Escritores).

5 - "Sem sorriso no rosto sigo o brilho cego dos olhos que cercam" (Poetisa Natércia Rocha autora de "Rumo Norte").

6 - "Vejo com o coração/ um amor que existe/ procuro a compreensão/ daquela que não desiste" (Poeta Gonzaga Mota autor de "Ao Vento Poemas".

7 - Desejo ser um pássaro da mata, voar livre, acordar primeiro que o sol, dormir após a Lua" (Poetisa Rita de Cássia autora de"Cores").

8 - Você não sabe, é melhor nem saber, o quanto eu queria contar da saudade de mim por você" (Poetisa Déa Campos Frota, do Movimento Cultural Terça-Feira em Prosa e Verso).

9 - "No caminhar repleto de ternura construiu sua estrada com primor, procurou dedicar-se à agricultura, e de ninguém jamais guardou rancor" (Poetisa Ana Maria do Nascimento, da Academia de Letras dos Municípios do Estado do Ceará ALMECE)

10 - "Minutos se passaram, esperei pouco tempo. Quando ela deixou cair a túnica de seda, um novo mundo foi descoberto" (Poeta Vicente Alencar autor de "Madrugada Fria").

SÁBADO, 25 DE ABRIL DE 2015.
FORTALEZA  CAPITAL BRASILEIRA DO ARTESANATO.
CEARÁ – AQUI NASCEU A PRIMEIRA ACADEMIA DE LETRAS DO BRASIL.

BRASIL  – UM PAÍS QUE DEVE ACABAR EM BREVE COM OS SEUS CORRUPTOS.

* Vicente Alencar 
Jornalista, Poeta. Escritor
Presidente da União Brasileira de Trovadores - UBT Fortaleza.
1º Vice-Presidente da ALMECE - Academia de Letras dos Municípios do Estado do Ceará.
Secretário Geral da Academia Fortalezense de Letras
 Membro da Academia Cearense da Língua Portuguesa, 
da Academia Cearense de Retórica e da
Sociedade Cearense de Geografia e História
 Titular da Cadeira nº 27 da Academia Cearense de Literatura e Jornalismo


Nenhum comentário:

Postar um comentário