DESTAQUES CEARENSES

DESTAQUES

CEARENSES

Edição

2020

Alexandre Sales

Troféu Empreendedores

*******

Igor Queiroz Barroso

Troféu Benemerência

*******

Cabeto Martins Rodrigues

Troféu Prasino Angelos

_______________________

PALAVRA DO ANO

EM 2020

“PANDEMIA”

*******

SENTIMENTO

MAIS DEMANDADO

EM 2020

“RESILIÊNCIA”

______________________

sexta-feira, 24 de abril de 2015

NOTA FESTIVA

BRILHO ACADÊMICO NA ACLJ

Noite de brilho no vetusto auditório da ACI, neste dia 23 de abril, em que o empresário Igor Queiroz Barroso tomou posse na dignidade de Membro Benemérito da ACLJ, em evento concorridíssimo, que culminou com um luxuoso coquetel no terraço do Edifício Perboyre e Silva, a Casa do Jornalista.

Contaram-se 31 pelerines, portanto expressivo número de acadêmicos acelejanos se fizeram presentes, inclusive três que, impossibilitados de comparecer por motivo de força maior, gravaram mensagens para o telão do evento, em que saudaram e deram boas vindas ao novo confrade.

Foram eles os Beneméritos Beto Studart e Deusmar Queiroz, e Hermínio Macedo Castelo Branco, o artística plástico Mino, o maior cartunista cearense, titular da Cadeira de nº 17 da ACLJ, patroneada pelo poeta e jornalista Paula Ney.


Aliás, a mensagem do Mino emocionou e enterneceu, pois ele narrou um momento da infância do Igor, quando, participando com ele de domingueira 

da família em sítio de Maranguape, o artista mostrou ao garoto uma montanha ao longe, o qual ficou impressionado com a visão à distância do assomo geológico.

Anos depois Mino diz que encontrou Igor por acaso em um restaurante, já homem feito, e então não o reconheceu de pronto quando ele o abordou: “Tio Mino!”. Notando que não estava sendo identificado, Igor complementou: “Eu sou o Igor da montanha!”.

Finalmente, Mino mostrou um desenho que fizera a propósito, representando um menino sobre uma montanha, e com base nisso, considerou que o destino do Igor seria galgar grandes alturas – recomendando que em lá chegando, nunca se esqueça das pessoas da planície.

Também não puderam comparecer por razões profissionais, devidamente justificadas, os acadêmico Evaldo Gouveia e Djalma Pinto. Por motivos de saúde, justificaram previamente suas faltas os confrades Arnaldo Santos e Roberto Martins Rodrigues, que mesmo assim mandaram seu abraço ao novo membro.

O aniversário de quatro anos da ACLJ ocorrerá em 04 de maio, data que deveria coincidir com a Assembleia Geral Aniversária em que se daria posse a Igor Barroso – mas o vento acabou sendo antecipado em virtude da gravidez de Dona Aline, mulher do novo acadêmico, que espera o primogênito para os primeiros dias do mês vindouro.

Ao final da solenidade, a acadêmica titular Inês Mapurunga entregou às mulheres do Membros Beneméritos presentes, Dona Beatriz Alcântara, Dona Consuelo Dias Branco e Dona Aline Barroso, uma echarpe com uma ideograma da academia, elaborado com as letras ACLJ, devidamente estilizadas, compondo a feição gráfica de um cenáculo literário.


Como é tradicional, após a investidura do novel Benemérito, ele mesmo outorgou uma comenda, no caso a Medalha Governador Parsifal Barroso ao jornalista Ciro Saraiva, e deu  posse a acadêmico honorário, desta vez o produtor artístico Amaro Penna. As fotos postadas abaixo, cedidas pela coluna digital Balada In, do jornalista Pompeu Vasconcelos, falam por si. 


Igor Barroso e Pompeu Vasconcelos






Nenhum comentário:

Postar um comentário