DESTAQUES CEARENSES

DESTAQUES

CEARENSES

Edição

2020

Alexandre Sales

Troféu Empreendedores

*******

Igor Queiroz Barroso

Troféu Benemerência

*******

Cabeto Martins Rodrigues

Troféu Prasino Angelos

_______________________

PALAVRA DO ANO

EM 2020

“PANDEMIA”

*******

SENTIMENTO

MAIS DEMANDADO

EM 2020

“RESILIÊNCIA”

______________________

terça-feira, 10 de julho de 2018

APRECIAÇÃO LITERÁRIA - Os Causos do General (VM)

OS CAUSOS 
DO GENERAL
Vianney Mesquita*



O mundo censura sempre o que deve louvar, e louva constantemente o que tem de censurar. (J. W ZINCGREF, poeta e editor alemão. 1591-1635).



Quem experimentou a ventura de provar das relações sociais do Gen. Francisco Batista TORRES DE MELO possui um deleite a mais, pois guarda o lance de comprovar a feição exemplar de ser ele pessoa sumamente boa.

No exercício de sua autenticidade inata, avigorada na vida castrense – notadamente nos diversos e importantes comandos que desempenhou com retidão e zelo, o autor dos Causos foi, e ainda é, muitas vezes, incompreendido por pessoas que lhe não alcançam as atitudes sérias a presidirem o global de seu comportamento irrepreensível, sob o prisma da correção.

Por este pretexto, também ocorre de lhe atribuírem, sem razão e até com certa irresponsabilidade, pretensos fatos não acontecidos, conforme é o caso de haverem lhe responsabilizado pela ordem a fim de a Polícia de São Paulo invadir a USP durante o regime civil-militar, uma deslavada inverdade. É assim, porém, o ente humano, uns nas pegadas dos grandes, querendo a eles se ajuntarem para também o serem, ao passo que outros preferem a inveja e a vendeta, como se, destruindo outrem, lograssem a própria edificação, sucedendo, no entanto, de mais escavarem na abjeção.

Nascido em 1924, Torres de Melo, pois, na comprida e profícua existência que o Senhor de todas as coisas permitiu viver, líder inato, arrebanhou admiradores, granjeou amizades, fez-se referência de caráter e ... também colecionou estórias e causos a mancheias, em complemento às três providências cometidas ao ser humano, pois árvores plantou e filho houve por bem produzir.

Seus Causos trazem petites histoires, umas alegres, outras cheias de humor e graça, algumas mais tristes, denotativas do tempero da vida, mas todas pontificam nas entrelinhas formidandas lições.

O estilo é simples, porém literariamente grácil, com texto gramaticalmente correto, sem voar aos paramos nem descender ao chão, consoante convém a um comunicador que intenta ter sua mensagem descodificada por um público maior.

Sua oferenda literária de tão boa linhagem continua a deleitar seus leitores e a felicitar seus amigos e admiradores.

Em frente, Gen. Torres de Melo, na iminência dos 94 anos!



Nenhum comentário:

Postar um comentário