HOMEM DO ANO NO CEARÁ

2019

Cândido Albuquerque

Reitor da UFC

______________________

DESTAQUE CEARENSE

2019

Mansueto Almeida

Secretário do Tesouro Nacional

_______________________

PALAVRA DO ANO NO BRASIL

EM 2019

“PROTAGONISMO”

(COM AS SUAS COGNATAS)

______________________


segunda-feira, 18 de março de 2019

CRÔNICA - Asa Delta (TL)


ASA DELTA
Totonho Laprovitera*



Em meados dos anos 70, em Fortaleza, a moçada de férias não perdia um dia sequer de praia no “Oi da Pedra”, defronte ao clube do Náutico. Na época, as meninas pudicas trajavam maiôs, as bem-comportadas “duas peças” – vindo do “engana mamãe”, que de frente parecia maiô, mas de costas um biquíni – e as “prafrentex”, biquínis – alguns, pasmem, de croché!

Aí, as peças foram diminuindo de tamanho, diminuindo, veio a tanga, até chegar a precursora do “fio dental”: a cavada “asa delta”! Ah! a “asa delta”... Lembro demais de duas exuberantes garotas desfilando seus atributos pela praia. Como elas arrancavam suspiros dos marmanjos e excitavam os imberbes que costumavam manufaturar seus prazeres através da imaginação! Em movimentos espontâneos, sincronizavam seus passeios sem fim, provocando olhares dos varões cobiçosos, e a invejosa censura do mulherio apoucado.

Uma era loura, a outra, morena. Naquele paraíso, pra cima e pra baixo, as duas sensualizavam suas exuberâncias de maneira natural, na candura de uma Eva a desconhecer o pecar. De olhos grelados nelas, sempre aparecia um Adão para lhes oferecer a derradeira maçã daquele éden. Enroscada no tronco do mais frondoso cajueiro do lugar, tesa, a serpente sugeria que o bom da vida residia na desobediência aos princípios dos seus.

Nunca mais vi aquelas duas beldades – imagino-as hoje distintas senhoras – que encantaram uma geração inteira, maravilhada com revistas masculinas de natureza sexual, de conteúdo considerado ingênuo para os dias de hoje.


Nenhum comentário:

Postar um comentário