DESTAQUES CEARENSES

DESTAQUES

CEARENSES

Edição

2020

Alexandre Sales

Troféu Empreendedores

*******

Igor Queiroz Barroso

Troféu Benemerência

*******

Cabeto Martins Rodrigues

Troféu Prasino Angelos

_______________________

PALAVRA DO ANO

EM 2020

“PANDEMIA”

*******

SENTIMENTO

MAIS DEMANDADO

EM 2020

“RESILIÊNCIA”

______________________

terça-feira, 27 de outubro de 2020

COLUNA VICENTE ALENCAR - Nº 1869 (26.10.2020)

 VICENTE ALENCAR
EDIÇÃO Nº 1869
SEGUNDA FEIRA
26 DE OUTUBRO DE 2020
FORTALEZA - Capital do Artesanato Brasileiro
CEARÁ - Primeiro Estado do Brasil a libertar escravos

Em 30 de Setembro de 2016 nos criamos o Instituto do Rádio, que objetiva entre outras coisas valorizar a Profissão de Radialista e a Memória de todos aqueles que trabalharam por causas nobres. 


E ficamos satisfeitos quando somos procurados a falar sobre o assunto. Nossa saudade e nossas lembranças entre outros de Mozart Brandão (Maestro), Alfredo Sampaio (Noticiarista e redator), Mauro César Uchoa (plantonista, apresentador e redator), Keila Vidigal (cantora) e tantos outros. 

Domingo, tive o prazer de conversar com um dos homens mais inteligentes que conheço. Chico Pontes, do alto dos seus 92 anos continua sendo um "crâneo". 

Este ano, como não ocorreu o famoso “passeio dos Idosos e Vaidosos a Camocim”, não tivemos oportunidade de viajar juntos. 

Na confluência da Av. Benoni Marcondes, antiga Avenida C com a Rua 27, no Conjunto Nova Assunção, a confusão é grande. Bebida, música brega,  motoqueiros, o diabo a quatro. 

Isso aí é na Grande Barra do Ceará. MAS NÃO É UM PONTO ISOLADO NA CIDADE. EM TODOS OS BAIRROS O PROBLEMA SE REPETE. 

Parte da população, completamente irresponsável em relação ao problema da doença Covid-19, pouco está ligando para o “Virus da China”. Uma pena, pois os que se cuidam podem ficar prejudicados em face dos insanos que não ligam nem para sua própria vida. 

A UNIÃO BRASILEIRA DOS RADIALISTAS, nossa UBR, nos lembra a todos: 

“Prece à Lua”, com Núbia Lafayette. “Lembranças de Icaraí”, com Carlos Galhardo. “Chão de Estrelas”, com Sílvio Caldas. “Ontem ao Luar”, com Carlos José. “Argumento”, com Nélson Gonçalves. 

E tantos e tantos outros como: 

“Guarânia da Lua Nova”, com Sílvio Silva. “Minha Serenata”, com Orlando Dias. “Última Estrofe”, com Marco Aurélio. “Malandrinha”, com Francisco Petrônio. “Noite Escura”, com Ademar Silva. 

E também: 

“Luar do Sertão”, com Vicente Celestino. “Guarânia da Noite Triste”, com José Augusto. “Dai-me um Luar”, com Altemar  Dutra. “Quem é?”, com Silvinho. “Quero beijar-te as mãos”, com Anísio Silva. 

PS. Quero agradecer ao Professor Oliveira, em Dilli no Timor Leste, a leitura desta coluna, e os e-mail que me enviou. Grato a ele pela sua atenção.

Meu contato: vicentealencar25@yahoo.com.br

Nenhum comentário:

Postar um comentário