HOMEM DO ANO NO CEARÁ

2019

Cândido Albuquerque

Reitor da UFC

______________________

DESTAQUE CEARENSE

2019

Mansueto Almeida

Secretário do Tesouro Nacional

_______________________

PALAVRA DO ANO NO BRASIL

EM 2019

“PROTAGONISMO”

(COM AS SUAS COGNATAS)

______________________


sábado, 28 de dezembro de 2019

RESENHA - Franciscos: Moradores do Céu de Vianney Mesquita (LF)


Franciscos:
Moradores do Céu
de Vianney Mesquita
Linhares Filho*


Desvia-te do mal, e faze o bem. E terás uma morada eterna, porque o Senhor ama a equidade, e não desamparará os seus santos: serão eternamente conservados. (BÍBLIA, Salmos, 36-27,28).


Depois dos comentários críticos autorizados, abrangentes e cheios de sensibilidade, assinados, respectivamente, pelo professor, teólogo e acadêmico Myrson Lima, pelo professor, engenheiro e teólogo Duílio Reis da Rocha e pelo médico-cirurgião cardíaco Fernando Antônio Mesquita, todos pronunciando-se sobre o magnífico livro Franciscos: Moradores do Céu, de autoria do polígrafo e professor Vianney Mesquita, pouco resta falar acerca dessa obra e do seu festejado autor.

Diante das biografias dos catorze santos de nome Francisco, criteriosamente apresentadas pela erudição, competência teológica e linguística do cristão católico Vianney Mesquita, o que fica no coração e na mente do leitor é uma vontade imensa de ser bom, de seguir as virtudes dos vários santos e santas focalizados. E acredito que esse deve ter sido o desiderato maior da mensagem do grande hagiógrafo de quem me honro de ser amigo e admirador.

Avultam no livro a pesquisa acurada, o espírito de sensibilidade cristã e a fidelidade aos dogmas católicos, que orientaram a escritura do precioso livro, trabalho que surgiu inspirado pelas virtudes franciscanas do santo que precedeu na glória a todos os outros eleitos que se retratam no aludido livro e, de modo mais próximo, suscitado pela tese de igual valor, Francisco de Assis, Alegria e Santidade na Pobreza, escrita pela competência e piedade da escritora Socorro Lima Mesquita, digna consorte de Vianney. Importante salientar que a vida conjugal do casal Mesquita constitui, antes dos dois livros escritos, realçados aqui, um verdadeiro livro aberto e vivo de virtudes heroicas.

Não se pode esquecer que uma obra como essa em causa, Franciscos: Moradores do Céu, foi concebida com grande sensibilidade poética, graças à vis poética do seu autor, demonstrada em outras oportunidades como em ... E o Verbo se Fez Carne, sobre parte do Evangelho de São Lucas.

Como conclusão deste meu pequeno testemunho, vai uma proposta a Vianney Mesquita. Já que ele se chama João e que não é menos rica a quantidade de santos com esse nome no céu, que ele proceda a uma pesquisa dos seus xarás glorificados para matéria de um novo livro de sua autoria. E espero que, como corolário dos Joões moradores do céu, Deus contará na glória com o próprio João Vianney Mesquita, pois, como este mesmo prevê num poema,

 Quando Ele me tirar a vida, então,
 Arrepender-se-á da decisão
 E acederá que eu viva novamente



Nenhum comentário:

Postar um comentário