HOMEM DO ANO NO CEARÁ

2019

Cândido Albuquerque

Reitor da UFC

______________________

DESTAQUE CEARENSE

2019

Mansueto Almeida

Secretário do Tesouro Nacional

_______________________

PALAVRA DO ANO NO BRASIL

EM 2019

“PROTAGONISMO”

(COM AS SUAS COGNATAS)

______________________


quinta-feira, 12 de dezembro de 2019

NOTA ACADÊMICA - Assembleia Geral de Fim de Ano

ASSEMBLEIA GERAL ORDINÁRIA
DA ACLJ
CONFRATERNIZAÇÃO 
DE FIM DE ANO



Dr. CABETO

Cumprindo-se o primeiro item da pauta do evento, tomou posse na dignidade de Membro Titular da ACLJ o médico Carlos Roberto Martins Rodrigues Sobrinho, socialmente conhecido por Dr. Cabeto.

Dr. Cabeto, Secretário de Saúde do Estado, foi proposto pelos acadêmicos Reginaldo Vasconcelos e Arnaldo Santos, e eleito por aclamação, para suceder ao seu tio e homônimo, o nosso saudoso Roberto Martins Rodrigues, na Cadeira de nº 6, que tem como Patrono Perpétuo o professor, advogado e político José Martins Rodrigues, pai deste e avô daquele.

Cumprindo uma tradição da ACLJ, o Dr. Cabeto, sendo um intelectual de alto nível, foi aclamado para suceder o seu tio na cadeira que este fundou e de que, por conseguinte, foi o primeiro titular, o qual ingressou na imortalidade acadêmica no dia 29 de junho deste ano, enlutando a sua família e a grei acadêmica que integrou.

Em homenagem a Roberto Martins Rodrigues o Presidente Reginaldo Vasconcelos leu a crônica que fez publicar no Blog da ACLJ no dia do seu falecimento, intitulada “Roberto Martins Rodrigues Descansou”, traduzindo, com a leveza que o caráter de Roberto recomendava, a tristeza dos seus amigos e confrades. 

A Cadeira de nº 6, em que tomou posse o Dr. Cabeto, tem como Patrono Perpétuo o saudoso José Martins Rodrigues, avô dele, advogado, professor e político que foi Ministro de Estado nos anos 60.

No telão da solenidade exibiu-se a imagem de Roberto Martins Rodrigues recebendo a última homenagem em vida, a Comenda Benemérito Ivens Dias Branco, das mãos de Dona Consuelo Dias Branco e da Dra. Graça Dias Branco da Escóssia, em cinco de maio, um mês antes do seu falecimento.

Saudou o Dr. Cabeto o Dr. Lúcio Gonçalo de Alcântara, nosso Membro Benemérito, seu colega de profissão, ex-governador do Estado, ex-prefeito de Fortaleza, ex-senador da República, que lhe deu as boas vindas ao convívio acelejano.





O Prof. Rui Martinho Rodrigues, Presidente de Honra da ACLJ, entregou ao Dr. Cabeto o diploma correspondente à sua investidura, e Dona Rita, sua digníssima consorte, vestiu-lhe a sua pelerine ritual, a mesma peça histórica que o ilustre sucedido recebeu na data de sua posse, há nove anos, dotada com os torçais dourados da sua condição de fundador.


Foi ainda exibido no telão mensagem gravada pelo nosso Presidente de Honra, o Senador Cid Carvalho, que fez questão de se manifestar, embora impedido de comparecer à solenidade por motivo de saúde.



Ao final, Dr. Cabeto se pronunciou sobre a sua emoção de estar assumindo a cadeira fundada pelo seu saudoso tio, e patroneada pelo seu ilustre avô.


MANSUETO ALMEIDA

Em seguida, foi entregue a Medalha “Destaque Cearense 2019” ao Economista Mansueto Facundo de Almeida Júnior, Secretário do Tesouro Nacional, em reconhecimento de seu excepcional desempenho à frente das finanças do Governo Federal, segundo proposição dos acadêmicos Marcos André e Cássio Borges.

O acadêmico Marcos André Borges assomou à tribuna para dizer dos méritos desse grande cearense à frente da Secretaria do Tesouro Nacional.  

Os dois proponentes do seu nome, Marcos André e Cássio Borges, lhe fizeram a entrega da medalha e do diploma, respectivamente, e ao final o homenageado falou sobre mais este laurel a que fez jus, que a ACLJ lhe outorgou.


CÂNDIDO ALBUQUERQUE

Na sequência, coroando a solenidade, a ACLJ outorgou o título “Homem do Ano no Ceará em 2019” ao professor e advogado José Cândido Lustosa Bittencourt de Albuquerque, nosso confrade na ACLJ, socialmente identificado como Cândido Albuquerque, Magnífico Reitor da Universidade Federal do Ceará.

Tradicionalmente, a Decúria Diretiva da ACLJ elege o “Homem do Ano no Ceará”, título que desta vez recaiu sobre o advogado e professor José Cândido Lustosa Bittencourt de Albuquerque, ex-presidente da OAB cearense, Titular Fundador da Cadeira de nº 15 desta Academia, nomeado Magnífico Reitor da Universidade Federal do Ceará pelo Presidente da República, para o próximo quadriênio.

O regulamento do concurso visa distinguir com o título Homem do Ano aquele cearense – nascido ou radicado – que mais se haja destacado social e profissionalmente no âmbito estadual, ou nacional, em qualquer ramo de atividade, dentro do corrente ano anomalístico.


   
Falou sobre o homenageado o jornalista e advogado Reginaldo Vasconcelos, Presidente da ACLJ.





O Vice-Reitor da UFC, Dr. Glauco Lobo, representou o Magnífico Reitor, e o Engenheiro Ângelo Guerra, ex-Diretor-Geral do Dnocs, detentor do mesmo título no ano de 2018, lhe passou às mãos a medalha alusiva ao título de Homem do Ano no Ceará em 2019. O diploma correspondente foi entregue pelo acadêmico Arnaldo Santos, proponente do nome de Cândido Albuquerque para concorrer a essa láurea.




Em seguida, o Magnífico Reitor Cândido Albuquerque, o Homem do Ano no Ceará em 2019, falou sobre a honraria que esta Academia de Jornalismo lhe concede, por meio de vídeo exibido no telão, já que ele está em missão oficial na cidade chinesa de Changsha, participando da Conferência Internacional do Instituto Confúcio.






A solenidade teve como Mestre de Cerimônia o acadêmico Vicente Alencar, e compuseram a Mesa de Honra o Presidente Reginaldo Vasconcelos, o Presidente Emérito Rui Martinho Rodrigues, o ex-governador Lúcio Alcântara, o Membro Benemérito José Augusto Bezerra, o acadêmico Cássio Borges, decano da ACLJ, e o ex-diretor-geral do Dnocs, Ângelo Guerra.



A solenidade foi iniciada com o toque do trompete triunfal pelo arauto oficial da ACLJ, Jean Carlos, seguido da magistral execução do Hino Nacional pela Banda de Música do Corpo de Bombeiros Militar do Ceará, sob a regência do Subtenente Carlos Ferreira.


O Maestro Gladson Carvalho, da Orquestra Filarmônica do Ceará, executou ao piano digital a Ode Alencarina, composição do Membro Benemérito Descartes Gadelha, Hino da ACLJ, que foi cantada pelo tenor uruguaio Miguel Menchaca.





O Cântico Cearense, a “Canção da Academia”, composição de outro Membro Benemérito, o grande Evaldo Gouveia, foi tocada ao violão pelo Maestro Marcelo Melo, e ao trompete flugelhorn pelo músico Jean Carlos.








O Maestro Marcelo Melo, ao concluir a sua apresentação, foi surpreendido com a outorga da “Medalha do Mérito Cultural”, pela colaboração que ele tem prestado aos eventos da ACLJ. O acadêmico Júlio Soares lhe entregou o diploma e o confrade Paulo Ximenes lhe entregou o medalhão.



Ao final, houve um desfile de imagens dos Saraus que a ACLJ promoveu neste ano de 2019, bem como se exibiu no telão a vinheta do programa de TV “Um Livro Aberto”, que a ACLJ vai produzir no próximo ano.





A solenidade foi encerrada com o tradicional brinde com vinho do Porto entre os acadêmicos, e em seguida os homenageados ofereceram um lauto coquetel aos convidados.










   





Compareceram à solenidade 27 acadêmicos: Adriano Vasconcelos, Alana Alencar, Altino Farias, Antonino Carvalho, Arnaldo Santos, Augusto Borges, Cássio Borges, Djalma Pinto, Geraldo Amâncio, Geraldo Jesuino, Humberto Ellery, João Pedro Gurgel, José Augusto Bezerra, Júlio Soares, Luciara Aragão, Lúcio Alcântara, Marcos André Borges, Paulo César Norões, Paulo Ximenes, Reginaldo Vasconcelos, Roberto Moreira, Rui Martinho Rodrigues, Sávio Queiroz, Totonho Laprovitera, Ulisses Gaspar, Vianney Mesquita e Vicente Alencar.






A cobertura de televisão foi realizada pela TV Cidade, cujo presidente, Dr. Miguel Dias Filho, é Membro Benemérito da ACLJ, e o Diretor de Jornalismo, Hermann Hesse, é Membro Titular fundador.



A cobertura fotográfica do evento foi realizada pela empresa CL Vídeo Produções, do casal Cira e Rocélio, que posam para esta foto acima. 

Abaixo, os homenageados entre acadêmicos, e embaixo as medalhas que foram entregues, todas elas banhadas em ouro.  








Nenhum comentário:

Postar um comentário