HOMEM DO ANO NO CEARÁ

2019

Cândido Albuquerque

Reitor da UFC

______________________

DESTAQUE CEARENSE

2019

Mansueto Almeida

Secretário do Tesouro Nacional

_______________________

PALAVRA DO ANO NO BRASIL

EM 2019

“PROTAGONISMO”

(COM AS SUAS COGNATAS)

______________________


quarta-feira, 5 de dezembro de 2018

NOTA JORNALÍSTICA - Acert Tem Nova Diretoria


ACERT TEM NOVA
DIRETORIA


Paulo César Norões, diretor de programação das rádios e da TV Diário no Sistema Verdes Mares, é eleito presidente da nova diretoria da Associação Cearense de Emissoras de Rádio e Televisão (Acert). A nova gestão atuará durante o biênio 2018/2020 e conta com os vice-presidentes Carmem Lúcia Dummar Azulai, Cyro José Franklin Thomaz e Francisco Roberto Moreira de Oliveira.

De acordo com Paulo César Norões, a nova diretoria dará continuidade ao trabalho realizado pelas gestões passadas. “Vamos conciliar os interesses de todos os associados para trabalharmos unidos em prol da radiodifusão cearense. Todos terão voz e vez”, garante Norões.

O jornalista cresceu em meio à radiodifusão e começou a trabalhar com apenas 17 anos na Rádio Verdes Mares. Foi repórter esportivo, chefe de redação da TV Verdes Mares, comentarista de futebol e chefe de Esporte da TV Verdes Mares.

Após a eleição, que ocorreu ontem na sede da Acert, Norões falou aos demais membros da diretoria sobre o simbolismo de receber o cargo de Carmen Lúcia Dummar Azulai, presidente anterior e sucessora de seu pai, Edilmar Norões, que presidiu a Acert por vários mandatos.

Primeira mulher a assumir a presidência da Acert, Carmen Lúcia afirma que as conquistas da instituição são inúmeras e permanentes. Para a atual vice-presidente, a Acert possui legado que vai além do próprio setor de radiodifusão. “Além de garantir informação e entretenimento, as emissoras de radiodifusão têm importância vital para a democracia e ajudam a promover o exercício da cidadania”, afirma.

Entre as bandeiras levantadas pela nova gestão está a luta para que fabricantes de smartphones ativem a radiodifusão sonora em frequência modulada (FM), conforme Norões. O novo presidente da Acert explica que, com ativação dos receptores, as pessoas terão mais acesso a informações, principalmente em casos de catástrofes, quando os sinais sem fio param de funcionar.

Apoio

Liderada nacionalmente pela Associação Brasileira de Emissoras de Rádio e TV (Abert), a demanda das emissoras de radiodifusão gerou inclusive o Projeto de Lei 8.438, de autoria do deputado federal Sandro Alex (PSD/PR). 

O primeiro artigo do PL decreta que “os aparelhos de telefonia celular que são fabricados ou montados no País deverão conter a funcionalidade de recepção de sinais de radiodifusão sonora em Frequência Modulada – FM”. Norões pontua como prioridade da Acert o apoio técnico e administrativo às emissoras de rádio cearenses diante da migração da frequência AM para FM.

Em 2017, o governador Camilo Santana e Gilberto Kassab, ministro da Ciência, Tecnologia e Inovação (MCTI), assinaram contrato de migração que deve atingir mais de 80% da rádios AM do Ceará. “Queremos levar a Acert cada vez mais para o Interior. As rádios interioranas são as que mais precisam do nosso apoio”, afirma Norões.


(Matéria do Diário do Nordeste) 

OBS: Paulo César Norões e Roberto Moreira são Membros Titulares da ACLJ. Paulo César sucedeu ao pai na ACLJ, o saudoso Edilmar Norões, fundador da Cadeira de nº 3.

Nenhum comentário:

Postar um comentário