HOMEM DO ANO NO CEARÁ

2019

Cândido Albuquerque

Reitor da UFC

______________________

DESTAQUE CEARENSE

2019

Mansueto Almeida

Secretário do Tesouro Nacional

_______________________

PALAVRA DO ANO NO BRASIL

EM 2019

“PROTAGONISMO”

(COM AS SUAS COGNATAS)

______________________


sábado, 8 de dezembro de 2018

DISCURSO - Concurso Homem do Ano (RV)


DISCURSO DO PRESIDENTE
REGINALDO VASCONCELOS
NA AGO DE FINAL DE ANO DA
ACLJ
SOBRE O CONCURSO
HOMEM DO ANO


As regras do concurso O HOMEM DO ANO determinam seja agraciado com esse título o cearense que mais se tenha destacado no período, excluindo ocupantes de cargos eletivos locais, por mais bem avaliados na sua gestão, a menos alguém que tenha tido iniciativas absolutamente revolucionárias e exitosas, notadamente no campo da cultura e das artes – e se poderia citar aqui o Prefeito Juraci Magalhães nessa exceção, fosse ele e seu governo contemporâneos, pela restauração da Praça do Ferreira, hoje já tão degradada e abandonada novamente.

No ano passado esse regulamento apontou para o Senador Eunício Oliveira de forma incontestável – embora contestada por muitos a sua eleição, tendo em vista tratar-se de um político. Porém, nenhum cearense fizera naquele ano uma proeza maior do que assumir a titularidade do mais importante dos Poderes da República, de modo que era forçoso desconsiderar qualquer argumento em contrário. Ora, se não devemos utilizar critério político para eleger o Homem do Ano, também não podemos usá-lo para rejeitar alguém, apesar do mérito.

Neste ano de 2018 o concurso tomou rumo diferente, porque foram propostos pelos acadêmicos três nomes com méritos em atividades distintas – o campo cultural, o de fomento financeiro à produção, e o da hidrologia, uma ciência importantíssima para as esferas social e econômica no Estado.

Mas, para além das funções exercidas pelos indicados, constatou-se tratar-se de três figuras humanas magníficas, a merecerem estátuas nas praças pelo que são pessoalmente, pelo seu caráter nobre, muito mais do que pelo que fazem, com grande brilhantismo, no desempenho das funções.

Venceu a eleição o Dr. Ângelo Guerra, que com sua maneira muito simples e franca de ser, conquistou o coração dos acadêmicos. O Ministro Ubiratan já frequentava o afeto de todos, e como ele mesmo diz, ao longo da vida já conquistou todos os louros, todos os títulos, todas as homenagens, de modo que de per si é um vencedor, homem de todos os anos, há muitos anos, não só deste ano. O Dr. Romildo, na sua modéstia, não fez campanha, mas nos recebeu de forma muita lhana e aceitou concorrer sem maiores pretensões – e também teve seus defensores aguerridos.

Enfim, em nome da nossa ACLJ, eu saúdo esses três grandes cearenses, em especial o jovem Engenheiro Ângelo José de Negreiros Guerra, que com esse nome de príncipe e esse ar angelical de homem bom, em cada um de nós fez um amigo.

Obrigado.       

Nenhum comentário:

Postar um comentário