HOMEM DO ANO NO CEARÁ

2019

Cândido Albuquerque

Reitor da UFC

______________________

DESTAQUE CEARENSE

2019

Mansueto Almeida

Secretário do Tesouro Nacional

_______________________

PALAVRA DO ANO NO BRASIL

EM 2019

“PROTAGONISMO”

(COM AS SUAS COGNATAS)

______________________


quarta-feira, 5 de dezembro de 2018

NOTA ACADÊMICA - Assembleia Geral da ACLJ

ACLJ
ÚLTIMA ASSEMBLEIA GERAL 
DE 2018

“HOMEM DO ANO”
NOS RECURSOS HÍDRICOS 

“DESTAQUES CEARENSES”
NA CULTURA E NAS FINANÇAS


Na noite do próximo dia 06 de dezembro, no Palácio da Luz, sede da Academia Cearense de Letras e das suas congêneres afiliadas, ocorrerá, às 19:30h, a última Assembleia Geral Ordinária da ACLJ neste ano.

No início da solenidade será cumprida a pauta administrativa da Instituição, em que haverá a investidura da nova Diretoria para o biênio 2019/2020, e tomará posse na Cadeira de nº 28, patroneada pelo grande Patativa do Assaré, o poeta popular, violeiro e literato de cordel Geraldo Amâncio, sucedendo ao cineasta Rosemberg Cariry, que, por motivo de foça maior, solicitou a sublimação.   

Em seguida, cumprindo a sua mais importante tradição, a ACLJ outorgará o título “Homem do Ano no Ceará em 2018” ao Engenheiro Ângelo José Negreiros Guerra, que fora proposto pelo confrade Cássio Borges e eleito pela Decúria Diretiva, considerado o melhor Diretor-Geral do Departamento Nacional de Obras Contra as Secas (Dnocs) nos últimos 30 anos.

Essa láurea foi instituída em 2016, visando distinguir anualmente um cearense, por honra ao mérito, tendo em vista o seu desempenho profissional no ramo de atividade que ele exerça – seja no âmbito estadual ou com maior abrangência geográfica.

O primeiro agraciado com o título “Homem do Ano” pela ACLJ foi o Empresário Jorge Alberto Vieira Studart Gomes (Beto Studart), pela sua brilhante atuação como Presidente da Federação das Indústrias do Estado do Ceará (Fiec) em 2016, quando criou o Núcleo de Estudos Políticos, reunindo os maiores pensadores locais para debater sobre as mazelas do País.

No ano de 2107, o título coube ao Senador Eunício Oliveira, por ter conquistado a Presidência do Senado da República, consequentemente do Congresso Brasileiro e do Legislativo, o mais importante dos Poderes da República.   

O Dr. Ângelo Guerra é o eleito deste ano – a personalidade que mais se destacou na vida pública no Estado, pelos critérios da ACLJ, à frente daquela autarquia, meritória instituição dedicada ao combate dos problemas climáticos do semiárido brasileiro, que exatamente agora chega à marca dos 109 anos de existência.

Na oportunidade, receberão o título “Destaque Cearense” o Ministro Ubiratan Diniz de Aguiar, Presidente da Academia Cearense de Letras (ACL), e o Administrador Romildo Carneiro Rolim, Presidente do Banco do Nordeste do Brasil (BNB).

Ubiratan Aguiar, que neste final de ano entrega o mandato de dois anos, em sua brilhante gestão à frente da ACL criou o Colégio de Presidentes de Entidades Culturais do Ceará, promoveu o Primeiro Grito Pela Cultura, no Teatro José de Alencar, e fundou o Memorial da Cultura Cearense, no subsolo do Palácio da Luz, com modernos recursos eletrônicos

Romildo Rolim, funcionário de carreira do BNB, vem se desempenhando com grande competência na sua presidência, indicado que foi para o cargo por critério eminentemente técnico, até por conhecer intimamente aquela importante instituição financeira de fomento, e nutrir por ela um grande amor profissional.

Coincidentemente, no mesmo dia e hora da AGO da ACLJ, receberá a Medalha Ivens Dias Branco o Empresário Beto Studart, no Palácio da Abolição, comenda instituída pelo Governo do Estado.

Impossibilitado de comparecer a essa homenagem que envolve os nomes de dois Membros Beneméritos da ACLJ – tanto Ivens Dias Branco, o paraninfo da medalha, quando o seu recipiendário deste ano, Beto Studart  o Presidente Reginaldo Vasconcelos (simbolizando a instituição que preside) se fará representar no evento pelo confrade Cândido Albuquerque, que  recebeu e aceitou a delegação. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário