DESTAQUES CEARENSES

DESTAQUES

CEARENSES

Edição

2020

Alexandre Sales

Troféu Empreendedores

*******

Igor Queiroz Barroso

Troféu Benemerência

*******

Cabeto Martins Rodrigues

Troféu Prasino Angelos

_______________________

PALAVRA DO ANO

EM 2020

“PANDEMIA”

*******

SENTIMENTO

MAIS DEMANDADO

EM 2020

“RESILIÊNCIA”

______________________

terça-feira, 26 de junho de 2018

POESIA - El Paredón (MV)


El PAREDÓN
Martônio de Vasconcelos*

 (Soneto a Emiliano Zapata)


A guerrilha viveu a tempo pleno,
Nas trincheiras cavou a liberdade,
Mergulhada nas sombras, na cidade
Destilando dos ódios o veneno.

Ao romper os grilhões da tirania,
Buscou na morte um novo renascer:
Se a Nação Mexicana vai viver,
Eu agora me vou, mas volto um dia.

Carabinas de algozes já lhe apontam
Um caminho por certo bem escuro.
Demônios mil já nunca mais se contam.

O herói sucumbe em trágico momento
Mas do corpo liberto fez-se o assento;
Do passado a incerteza do futuro.



Um comentário:

  1. Extraordinário soneto decassilábico português de teor histórico! Dotado de tanto estro, caso, entanto, o poeta queira consoar a primeira estrofe com a segunda, aí, então, sobrará insuperável pedacinho da Ode Mexicana.
    Parabéns!

    Vianney Mesquita

    ResponderExcluir