HOMEM DO ANO NO CEARÁ

2019

Cândido Albuquerque

Reitor da UFC

______________________

DESTAQUE CEARENSE

2019

Mansueto Almeida

Secretário do Tesouro Nacional

_______________________

PALAVRA DO ANO NO BRASIL

EM 2019

“PROTAGONISMO”

(COM AS SUAS COGNATAS)

______________________


segunda-feira, 4 de maio de 2020

ACLJ - ANO 9º


EVENTO
ANIVERSÁRIO


ACADEMIA CEARENSE
DE
LITERATURA E JORNALISMO

(ACLJ)



COMPLETA O NONO ANO
DE EXISTÊNCIA


A PALAVRA DO PRESIDENTE



CONFRADES,

Nós estamos comemorando os nove anos de existência da nossa Academia Cearense de Literatura e Jornalismo, que foi fundada no dia 04 de maio de 2011, tendo como Presidente o Prof. Doutor Rui Martinho Rodrigues e como Presidente do Honra o Senador Cid Carvalho.

A solenidade de instalação teve lugar no auditório da nonagenária Associação Cearense de Imprensa, prédio histórico em que nos sediamos até novembro de 2015, a convite de sua então Presidente, Ivonete Maia.

Desde dezembro de 2015 passamos a nos reunir no Palácio da Luz, acolhidos pela veneranda Academia Cearense de Letras, na pessoa do então Presidente José Augusto Bezerra, hoje nosso Membro Benemérito.

Neste espaço de tempo, além de muitas assembleias gerais, sessões da saudade, sessões eleitorais, reuniões semanais na Tenda Árabe, a ACLJ teve doze grandes realizações externas, extramuros, urbe et orbi.

Dois fóruns sobre as primeiras grandes manifestações populares no Brasil, em 2013 e em 2015; a edição de duas obras léxicas – as duas edições do Manual de Redação Profissional e o Dialeto Cearense; o lançamento da obra Eutimia, no Twitfor, ato comemorativo aos 40 anos da Unifor; dois manifestos à Presidência da República, o primeiro pela manutenção do Dnocs e o segundo pela nomeação do Reitor Cândido Albuquerque, as três edições do Sarau “Das Coisas de Dentro” e a produção do programa de TV “Um Livro Aberto”.

A nota triste é que ao longo desse período a ACLJ teve onze sentidas baixas, pois perdeu onze de seus mais ilustres integrantes, de todas as categorias acadêmicas.


Os Titulares Ivonete Maia, José Alves Fernandes, Edilmar Norões, Paulo Maria de Aragão e Roberto Martins Rodrigues, o honorário Ayrton Vasconcelos, e os Beneméritos Ivens Dias Branco, Yolanda Queiroz, Miguel Dias de Souza, Wanda Palhano e Airton Queiroz. 
     
A propósito, a numerologia considera que o número nove representa o fim de um primeiro ciclo, cumpridas as três fases de três triênios, cada um representado pelos três vértices do triângulo, significando a total realização mundana do ser, a partir da qual se adentra a etapa da espiritualidade.

Na filosofia maçônica, o nove é o princípio da criadora Luz Divina. Para os integrantes da “Sublime Instituição”, o ente novenário, pelo triplo do ternário, representa a junção do absoluto com o relativo, do abstrato com o concreto.

Para a cabala judaica, por ser o último número de um só dígito, o nove simboliza o limiar na transição para um novo patamar, para um plano mais elevado.

Tal como a inspiração antes da expiração, para a filosofia judaica, o nove representa a preparação antes do golpe, a tensão do arco antes de saída da flecha. Personifica o recolhimento, antes de se dar um novo passo. Já para a Umbanda o nove está relacionado ao amor universal.

Na Bíblia, o nove é o número dos Dons do Espírito Santo, cada um composto de três itens, e é o número dos Frutos do Espirito Santo, que são o Amor, o Gozo, a Paz, a Longanimidade, a Benignidade, a Bondade, a Fidelidade, a Mansidão e o Autocontrole.

Dito isso, ao comemorar o nosso nono aniversário, que sinaliza o fim de uma etapa e o início de outra, eu quero me congratular com todo o nosso arquipélago de acadêmicos, cada um uma ilha intelectual de beleza própria.

Mas todas elas interligadas, seja pelas rotas do afeto, seja pelas pontes da amizade. Faço votos de que na comemoração do aniversário de dez anos estejamos todos fisicamente juntos e, espiritualmente, ainda muito mais unidos.

Reginaldo Vasconcelos
           PRESIDENTE DA ACLJ    

  
Acadêmicos mais comprometidos com a ACLJ gravaram mensagens de congratulações pelo aniversário de nove anos da instituição, nas pessoas de seus integrantes.

São eles, por ordem alfabética: Adriano Vasconcelos, Alana Alencar, Aluísio Gurgel, Arnaldo Santos, Cândido Albuquerque, Edmar Santos, Geraldo Amâncio, João Pedro Gurgel, Júlio Soares, Karla Karenina, Luciara Aragão, Paulo Ximenes, Rui Martinho Rodrigues, Sávio Queiroz Costa e Vicente Alencar.       


CÂNDIDO ALBUQUERQUE
REITOR DA UFC
ELEITO
PERSONALIDADE DO ANO EM 2019
PELA ACLJ 

PAULO XIMENES
 

RUI  MARTINHO  RODRIGUES 

ARNALDO SANTOS

JOÃO PEDRO GURGEL

ADRIANO VASCONCELOS

ALUÍSIO GURGEL

ALANA ALENCAR

VICENTE ALENCAR

JÚLIO SOARES

EDMAR SANTOS

KARLA KARENINA

LUCIARA ARAGÃO

SÁVIO QUEIROZ COSTA

GERALDO AMANCIO







WEB DESIGNER
DÉCIO CARRILHO




COMENTÁRIOS

Caros confrades da ACLJ,

É com imensa alegria que recebo esse dia 04 de maio de 2020 como aniversário de nove anos de nossa Academia, a qual tive a grata oportunidade de ver nascer da cabeça e das mãos do nosso atual presidente, Reginaldo Vasconcelos, fazendo as vezes de conceptor e obstetra ao mesmo tempo. E com sucesso!

Um dos primeiros a serem convidados a ocupar uma cadeira como membro efetivo, inicialmente questionei o porquê de minha participação numa academia literária, mas ouvi de Reginaldo uma entusiasmada e convincente explicação da ideia que tinha para a ACLJ, que reuniria mestres e aprendizes promissores, grandes nomes da nossa cultura e “soldados”, cuja missão seria avançar sempre na linha de frente, buscando conquistar, envolver e cativar mais e mais simpatizantes à causa literária. Aceitei.


Por mais de três anos, naqueles belos primeiros tempos, participei ativamente das nossas reuniões e debates na Tenda Árabe. Compareci a todas as solenidades e eventos. Vi a Academia tomar forma, corpo, personalidade. Testemunhei a luta do Reginaldo, sempre amparado pelo “núcleo duro”, para manter o espírito da ACLJ vivo, lustroso, ativo como nenhuma outra academia ousou ser até então.

Sucesso!

Após nove anos de sua instalação, a ACLJ está consolidada. Muitos acontecimentos desde então contribuíram para esse amadurecimento. Lamentamos a partida de confrades e recebemos com largos sorrisos novos membros, que trouxeram sangue novo e oxigênio farto para nossos quadros.

A comunicação com a sociedade através das mídias eletrônicas se tornou mais dinâmica e eficiente, e a troca de opiniões entre boa parte de seus membros passou a ser intensa. A ACLJ encantou com eventos de grande porte e projeção no nosso meio sócio cultural, tendo como mote a paixão pela poesia e o bom gosto.

Bravo!

Após o início das atividades comerciais da Embaixada da Cachaça, fundada por mim em dezembro de 2014, passei a ter quase a totalidade do dia ocupada com ações administrativas e comerciais da casa. Todos os dias. Além das muitas preocupações nas horas vagas. Vida dura!

Desse modo, deixei a pena um tanto de lado, adiei muitos projetos pessoais, e não tenho conseguido acompanhar o dia a dia da ACLJ, como sempre fazia. O “Momento Literário” da Embaixada da Cachaça, que ocorre semanalmente desde agosto de 2018, e conta com a participação assídua de alguns confrades, diminui um pouco esse imenso fosso.

Trabalho com intensidade para organizar melhor minhas tarefas, e passar a dispor de algum tempo para voltar a sonhar, conseguindo estar mais presente na vida dessa jovem, que hoje completa seus nove anos. E na de vocês também.

Dia de festa em nossos corações, encerro com um parabéns a todos os confrades, agradecendo por participar desse fantástico grupo, e que essa data se repita ano a ano cada vez com mais brilho.

Vivas à ACLJ!

Altino Farias
Cadeira 16 da ACLJ

......................................................................

Meus diletos amigos, irmãos e confrades.

Como membro correspondente desta conceituada Academia, daqui da distante cidade de Maringá-PR, quero parabenizar a ACLJ pelos seus nove anos de existência, principalmente na pessoa do Presidente Reginaldo, a quem devemos a idealização da mesma, me colocando sempre ao dispor desta e de todos acadêmicos para qualquer coisa que venham a necessitar das bandas de cá, ou seja, das plagas sulinas!!

Meu sincero carinho à ACLJ e a todos os acadêmicos que dela parte fazem !!!!

Dennis Vasconcelos

......................................................................


De forma similar, como membro correspondente das plagas a meio caminho, em relação à do Dennis, agradeço a oportunidade de poder participar desse grupo muito diferente de minha realidade (até um certo ponto), ou seja, motivação para aprender, "trocar figurinhas" e de recordar coisas do tempo de nossa infância e juventude, já que as passei, em boa parte, aí na terrinha.

Enfim, chegou num momento bom de minha vida... também estou cansado de ser sempre muito mais velho do que os outros, nos grupos de que participo. Aqui estou mais em casa...

AVANTI!!

 Wagner Coelho


......................................................................


Presidente Reginaldo Vasconcelos, confreiras e confrades,

Honra-me ocupar a cadeira de No. 38 (patrono Cláudio Pereira – meu saudoso amigo) da Academia Cearense de Literatura e Jornalismo – ACLJ.

Ressalto o meu regozijo quando tomei posse em 2015, indicado pelo Luiz Rego, querido amigo de longas datas, a quem sou bastante grato pela oportunidade de conhecer e aprender com confreiras e confrades da mais elevada intelectualidade e caráter.

Assim, a ACLJ tem contribuído em muito na ampliação de meus conhecimentos e na consolidação do entendimento de que os grandes valores da vida se dão no convívio com pessoas de bem.

Parabéns para ACLJ pelo seu nono aniversário!

Recebam meu forte abraço! 

Totonho Laprovitera


......................................................................


Parabéns à ACLJ por mais um ano de existência. À todos que fazem parte desta Academia o meu carinho, paz e bem!


Inês Mapurunga









......................................................................



É com muita honra que fui acolhido pela Academia Cearense de Literatura e Jornalismo – ACLJ e de ter a oportunidade de conhecer a sua importância pela preservação da cultura literária e pelo resgate do sério, comprometido, independente e verdadeiro jornalismo.

Desejo-lhes muitos anos de existência e que continuem praticando “um português” que não se houve falar em nenhum outro lugar.

Se pudesse abraçaria e parabenizaria a cada um dos Acadêmicos, agradecendo-os por manter acesa a luz desta grandiosa instituição das artes da escrita e da leitura.

Felicito-vos, Senhor Presidente Reginaldo Vasconcelos, certo de que vocês são, também, imortais.

Ângelo Guerra

................................................................

Parabenizo a ACLJ por sua ativa dedicação à manutenção da cultura, especialmente ao resgate das noites de sarau, momentos esses de perfeita integração da arte e da cultura, das quais, honrosamente, tive o privilégio de participar.

Desejo que em breve possamos desfrutar de tais momentos de descontração e, para finalizar, o que diz William Shakespeare:

“Enquanto houver um louco, um poeta e um amante haverá sonho, amor e fantasia. E enquanto houver sonho, amor e fantasia, haverá esperança”.

Laênia Azevedo

.......................................................................

A Academia Cearense de Literatura e Jornalismo exerce uma função muito importante nos tempos atuais, pois é indutora da cultura, através da valorização da arte de escrever e da linguagem humana, constituindo-se em instrumento de formação.

Sendo, por conseguinte, de grande importância celebrar seus 9 anos de trabalho, semeando o conhecimento e a verídica informação.

Parabéns a ACLJ pelo seu incrível trabalho e sua contribuição.

Liana Guerra

.........................................................................

É com extrema gratidão à Academia Cearense de Literatura e Jornalismo, que tive a oportunidade tão vivaz de ter contato com a arte e a cultura, de uma forma rica e singela, ao mesmo tempo.

Como também, de aprender a dar valor e importância à beleza da utilização da linguagem para lapidar a imaginação de quem escreve e de quem ler.

Parabéns a Academia, desejando muitos anos de atividade e que mantenham a maravilhosa essência do saber.

Emanuel Guerra

...........................................................................

Parabéns a ACLJ, que desde 2011 divulga a cultura, a arte literária e as obras de inúmeros autores, e reconhece, homenageando poetas, músicos, escritores e personalidades de destaque.

Tenho uma enorme admiração por esta Academia pelo seu trabalho de divulgar a literatura e de condecorar os cearenses que mais se destacaram em cada ano.
João Paulo Guerra    



CID CARVALHO
SAÚDA A ACLJ
PELO SEU ANIVERSÁRIO
NO PROGRAMA
“DOA A QUEM DOER”


CID CARVALHO
OUVE
REGINALDO VASCONCELOS
SOBRE O ANIVERSÁRIO DA ACLJ
NO PROGRAMA
“ANTENAS E ROTATIVAS”


3 comentários:

  1. Caros confrades da ACLJ,

    É com imensa alegria que recebo esse dia 04 de maio de 2020 como aniversário de nove anos de nossa Academia, a qual tive a grata oportunidade de ver nascer da cabeça e das mãos do nosso atual presidente, Reginaldo Vasconcelos, fazendo as vezes de conceptor e obstetra ao mesmo tempo. E com sucesso!

    Um dos primeiros a serem convidados a ocupar uma cadeira como membro efetivo, inicialmente questionei o porquê de minha participação numa academia literária, mas ouvi de Reginaldo uma entusiasmada e convincente explicação da ideia que tinha para a ACLJ, que reuniria mestres e aprendizes promissores, grandes nomes da nossa cultura e “soldados”, cuja missão seria avançar sempre na linha de frente, buscando conquistar, envolver e cativar mais e mais simpatizantes à causa literária. Aceitei.

    Por mais de três anos, naqueles belos primeiros tempos, participei ativamente das nossas reuniões e debates na Tenda Árabe. Compareci a todas as solenidades e eventos. Vi a Academia tomar forma, corpo, personalidade. Testemunhei a luta do Reginaldo, sempre amparado pelo “núcleo duro”, para manter o espírito da ACLJ vivo, lustroso, ativo como nenhuma outra academia ousou ser até então. Sucesso!


    Após nove anos de sua instalação, a ACLJ está consolidada. Muitos acontecimentos desde então contribuíram para esse amadurecimento. Lamentamos a partida de confrades e recebemos com largos sorrisos novos membros, que trouxeram sangue novo e oxigênio farto para nossos quadros. A comunicação com a sociedade através das mídias eletrônicas se tornou mais dinâmica e eficiente, e a troca de opiniões entre boa parte de seus membros passou a ser intensa. A ACLJ encantou com eventos de grande porte e projeção no nosso meio sócio cultural, tendo como mote a paixão pela poesia e o bom gosto. Bravo!

    Após o início das atividades comerciais da Embaixada da Cachaça, fundada por mim em dezembro de 2014, passei a ter quase a totalidade do dia ocupada com ações administrativas e comerciais da casa. Todos os dias. Além das muitas preocupações nas horas vagas. Vida dura! Desse modo, deixei a pena um tanto de lado, adiei muitos projetos pessoais, e não tenho conseguido acompanhar o dia a dia da ACLJ, como sempre fazia. O “Momento Literário” da Embaixada da Cachaça, que ocorre semanalmente desde agosto de 2018, e conta com a participação assídua de alguns confrades, diminui e um pouco esse imenso fosso.

    Trabalho com intensidade para organizar melhor minhas tarefas, e passar a dispor de algum tempo para voltar a sonhar, conseguindo estar mais presente na vida dessa jovem que hoje completa seus nove anos. E na de vocês também.

    Dia de festa em nossos corações, encerro com um parabéns a todos os confrades, agradecendo por participar desse fantástico grupo, e que essa data se repita ano a ano cada vez com mais brilho. Vivas à ACLJ!

    Altino Farias
    Cadeira 16 da ACLJ

    ResponderExcluir
  2. Confrade Atino,

    Ao iniciares as atividades da Embaixada da Cachaça, as ações culturais da nossa ACLJ ganhou mais um braço: o momento literário realizado justamente após as nossas reuniões na Tenda Árabe, o que nos permitiu conhecer outros poetas e amantes da arte e da literatura. Temos participado desses momentos, aos auspícios de boas e moderadas doses da branquinha. Sim, confrade Altino, a Tenda e a Embaixada têm se enleado por uma interessante simbiose.

    ResponderExcluir
  3. Caro Paulinho,
    Esse é o sentido, esse é o propósito: amizade e poesia, combustíveis do coração.
    Abraço,

    ResponderExcluir