HOMEM DO ANO NO CEARÁ

2019

Cândido Albuquerque

Reitor da UFC

______________________

DESTAQUE CEARENSE

2019

Mansueto Almeida

Secretário do Tesouro Nacional

_______________________

PALAVRA DO ANO NO BRASIL

EM 2019

“PROTAGONISMO”

(COM AS SUAS COGNATAS)

______________________


sábado, 12 de setembro de 2020

NOTA ACADÊMICA - Saudação ao Nosso Decano


SAUDAÇÃO AO
NOSSO DECANO


O Engenheiro Cássio Borges, decano da ACLJ, aniversariou no último dia 06 de setembro, e na ocasião foi saudado pela Engenheira Thereza Neumann, Presidente do Sindicato dos Engenheiros do Ceará (Senge).

Em sua mensagem, ela louva a obstinada atuação de Cássio Borges em defesa do Departamento Nacional de Obras Contra as Secas (Dnocs), e da engenharia nacional.

Transcrevemos abaixo a correspondência entre ambos, a saudação da Engenheira Thereza Neumann e a resposta do confrade Cássio Borges, agradecendo a gentiliza.

Esta é uma forma de nos associarmos à homenagem prestada ao aniversariante, um dos mais ilustres e queridos integrantes desta Academia Cearense de Literatura e Jornalismo (ACLJ).  

..........................................................................................


Caro Engenheiro Cássio Borges

Tenho acompanhado sua luta através de artigos, depoimentos, falas e demais formas que lhe são disponibilizadas para transmitir o que entende como real, viável e sustentável, quando o tema é água e sua gestão para TODOS. E principalmente, em defesa do Dnocs.

Hoje, mesmo com atraso, quero parabenizá-lo pelo seu aniversário e pela sua sabedoria, pois esta agrega conhecimento, experiência e vivência.

E dizer que mesmo não sendo um Super Herói, que sempre vence, você é um vencedor, pois diferentemente da massa populacional humana, você teve a coragem e determinação de abraçar uma causa e por ela lutar, construindo uma história que já está integrada à sua própria história de vida.
Parabéns!!!!!!! Muita saúde, felicidade e vida longa.
Grande abraço,

Engª Thereza Neumann





Cara Thereza Neumann

Agradeço-lhe, de coração, as generosas palavras que a distinta e querida amiga se dirigiu a mim por ocasião do meu aniversário natalício.

Gostaria, apenas, de confirmar que a causa que abracei não é pessoal, mas do maior interesse da população nordestina e, principalmente, em Defesa da Engenharia Nacional, tendo, inclusive, escrito um livro de cerca 400 páginas, onde deixo bem claro este objetivo.

Não poderia ficar calado como ex-aluno do Professor Theophilo Ottoni Netto na Escola Nacional de Engenharia e na Pontifícia Universidade Católica-Puc, ambas do Rio de Janeiro, diante dos erros de hidrologia cometidos pelo extinto Departamento Nacional de Obras e Saneamento-DNOS que ao projetar o Açude Castanhão cometeu um erro de 300% no cálculo de sua vazão regularizada.

Outros erros igualmente absurdos de engenharia hidrológica também foram cometidos naquele reservatório como, por exemplo, a adoção do índice evaporimétrico de 1.700mm quando o professor Theophilo Ottoni dizia, em parecer para a Semace,  ser de 2.500 mm.  Atualmente, após discussão, os maiorais da hidrologia do Ceará  já admitem  ser da ordem de 2.800 mm. Eu poderia ficar calado?  

O que estava em jogo não eram os interesses da população cearense, mas os interesses da portentosa Construtora Andrade Gutierrez que pretendia impor de goela abaixo a referida obra às autoridades cearenses. Eu fui a única voz contrária à construção daquela obra visto que o Dnocs, em seu planejamento, tinha solução muito mais abrangente e vantajosas,  e menos onerosa,  para a ordeira e indefesa população do vale do Rio Jaguaribe.

Hoje, decorridos 35 anos, a verdade pouco a pouco vem à tona e já se ouve falar que a Barragem do Castanhão nada mais é do que um verdadeiro “elefante branco”. Isto é fácil provar, embora muitos dos meus colegas engenheiros não queiram dar o braço a torcer, porque existe entre eles o que se chama de “compromisso de confidencialidade” com o grupo que apoiou a construção da referida obra.  

Cara amiga, recebo este seu e-mail com muita satisfação, é como se fosse uma comenda que peço a sua permissão para compartilhar com outros técnicos e amigos com quem, há mais  de 35 anos,  compartilham comigo nesta luta em Defesa da Engenharia Nacional, que aqui no Ceará vem sendo vilipendiada e desrespeitada para atender a interesses pouco nobres.  

Atenciosamente,

Cássio 


 COMENTÁRIO

 Caros confrades e amigos

 Fico contente por receber esta "comenda" (elogio) da nossa Academia, pois não deixa de ser um reconhecimento do trabalho que venho fazendo em prol da manutenção e fortalecimento do DNOCS e em Defesa da Engenharia Nacional que aqui no Cerá vem sendo ultrajada e desrespeitada, como bem disse o Engenheiro Agrônomo e Economista, aposentado do Banco do Nordeste: "...em mal comparando, assemelha-se com a luta de David contra Golias". 

Abraços, 

Cássio

Um comentário:

  1. Caros confrades e amigos
    Fico contente por receber esta "comenda" (elogio) da nossa Academia, pois não deixa de ser um reconhecimento do trabalho que venho fazendo em prol da manutenção e fortalecimento do DNOCS e em Defesa da Engenharia Nacional que aqui no Cerá vem sendo ultrajada e desrespeitada, como bem disse o Engenheiro Agrônomo e Economista, aposentado do Banco do Nordeste: "...em mal comparando, assemelha-se com a luta de David contra Golias". Abraços, Cássio

    ResponderExcluir