HOMEM DO ANO NO CEARÁ

2019

Cândido Albuquerque

Reitor da UFC

______________________

DESTAQUE CEARENSE

2019

Mansueto Almeida

Secretário do Tesouro Nacional

_______________________

PALAVRA DO ANO NO BRASIL

EM 2019

“PROTAGONISMO”

(COM AS SUAS COGNATAS)

______________________


domingo, 2 de fevereiro de 2020

ARTIGO - Saber Unificado Parcialmente (VM)


 SABER UNIFICADO

PARCIALMENTE

(Fragmentos)
 Vianney Mesquita*



A ninguém citar é a especialidade dos que jamais esperam ser citados**. (GABRIEL NAUDÉ – bibliotecário francês. Paris, 2.2.1600; Abbeville, 10.7.1653).



Generalidades

Ao adentrarmos o trato da matéria, chamamos a atenção do preclaro leitor para o fato de que esta é continuidade de viagem a bordo do tema Conhecimento Empírico ou Ordinário, publicado neste medium no dia 20.1.2020, a penúltima segunda-feira.

O conhecimento científico (CC) é dotado de certeza relativa  pois esta não pertence à Ciência, mas aos mitos. Funda-se em procedimentos do método, como, v.g., a observação paciente de parâmetros sistematizados e ordenados. Quando se elabora o CC, há de se ter o cuidado de agrupar os fatos da mesma espécie, situando um em relação com os outros, determinando seus laços de semelhança, de existência concomitante ou de sucessão, bem como os princípios que os governam.


Ao reverso do saber empírico, o de conteúdo científico é pródigo em relações e, ita etiam, está habilitado a explicar a multiplicidade de fatores confluentes para a determinação de uma realidade. O operário da Ciência não representa, entretanto, um mago, um prestidigitador ou alquimista, portador de faculdades extranormais, para lograr exprimir, determinantemente, uma realidade. Apenas, ele conforma uma pessoa mais organizada, de exigência mais depurada do que os humanos comuns, sã de corpo e de bom espírito, e que – seja expresso – não descarta, por ser custosa, a coisa começada, da qual é fraqueza se desistir, ao modo de expressar do vate Luiz de Camões, frase sempre comentada pelo Reitor Martins Filho em nossas conversas.

De tal sorte, resultando o CC do encadeamento de fenômenos de igual ordem, componentes de um setor peculiar da realidade, o demandador de fato novo, se intenta explicar, como exemplo, o funcionamento dos órgãos humanos, recorre aos fenômenos fisiológicos, que serão sistematizados e examinados. Caso cogite em delinear, por exemplo, a ocorrência de chuvas, recolhe, relaciona e estuda todos os acontecimentos meteorológicos e, ao recorrer a instrumentos de precisão da tecnologia específica (felizmente, hoje a mão), se louva, ainda, noutras ordens de eventos fenomênicos, os quais, organizados, constituem nova série.

Características

Malgrado inexista, sob consenso, uma estrema (limite) entre a fonte do CC e o fim do saber não unificado, estes possuem características diametralmente opostas, conquanto não se possa pensar que o primeiro prescinda daquele de feição vulgar. Isto porque este serve de base de análise àquele – o ser humano altera os dados de experiência primária para transformá-los em verdade científica, certeza relativa. Eo ipso, os informes do conhecimento ordinário constituem o ponto de partida, o material a ser trabalhado para excursão à demanda do saber da Ciência.

No próximo segmento, a se publicar brevemente, oferecemos a oportunidade de o consulente interessado na matéria proceder às comparações entre as duas unidades taxinômicas e concluir pelas suas diferenças, retendo-as para futuras inferências.

** Nemo est nomen proprium illorum qui non credes quemquam esse citatis.


Nenhum comentário:

Postar um comentário