DESTAQUES CEARENSES

DESTAQUES

CEARENSES

Edição

2020

Alexandre Sales

Troféu Empreendedores

*******

Igor Queiroz Barroso

Troféu Benemerência

*******

Cabeto Martins Rodrigues

Troféu Prasino Angelos

_______________________

PALAVRA DO ANO

EM 2020

“PANDEMIA”

*******

SENTIMENTO

MAIS DEMANDADO

EM 2020

“RESILIÊNCIA”

______________________

segunda-feira, 28 de dezembro de 2020

RETROSPECTIVA - Ano Atípico (RV)

 ANO ATÍPICO
Reginaldo Vasconcelos* 

 

Chegamos ao fim deste malfadado vinte-vinte. Não pudemos nós da ACLJ nos reunir fisicamente, e não realizamos as Assembleias Gerais, Extraordinárias e Ordinárias.






Ficamos privados das nossas solenidades elegantes no Palácio da Luz, com direito à Banda de Música do Exército executando os nossos hinos, ao toque do trompete triunfal, ao brinde final com vinho do Porto, antes do lauto coquetel. 

Mas precisamos cumprir as tradições mais jornalísticas deste Blog, que elege a palavra do ano e distingue quem mais se tenha destacado no Estado no período anomalístico. 

AS PALAVRAS DO ANO 

A escolha da palavra do ano foi iniciada pelo Dicionário de Oxford, da famosa Universidade da Inglaterra, visando indicar o termo mais utilizado em todas as mídias do Planeta, muitas vezes um neologismo em inglês, outras vezes uma velha expressão, em novo significado e acepção. 

Depois, outras entidades adotaram a mesma prática, como, por exemplo, o Dicionário da Harper Collins da Escócia, que elegeu “lockdown” como palavra do ano deste  2020. 

Mas Oxford resolveu não promover desta vez a pesquisa lexical que inaugurou, em face da profusão de termos que se relacionam à pandemia, todos martelados exaustivamente pela imprensa e pela Web. 

De nossa parte, pelo mesmo motivo, a principio também tivemos dificuldade em distinguir um único termo que se tenha articulado no Brasil mais do que outros, tantos deles em torno da tragédia sanitária que atingiu todo o Planeta. 

Mas, por fim, a ACLJ decidiu destacar a própria palavra “PANDEMIA” como a mais veiculada, e ainda inovar, indicando também o vocábulo “RESILIÊNCIA” como aquele que traduz o sentimento mais demandado pela Humanidade no período de isolamento social.

OS DESTAQUES CEARENSES 

Também se decidiu que não seria lisonjeiro relacionar diretamente o mérito de alguém ao ano canhestro e aziago que vivemos, um registro histórico que só caberia a alguém que tivesse cumprido a tarefa sobre-humana de reverter a mortandade. 

Então desmembramos o título único de “Cearense do Ano” em três Destaques Cearenses, um deles do meio empresarial, outro do Terceiro Setor, e um terceiro que simbolize os tantos heróis da área de saúde que permanecem na linha de frente dos cuidados médicos com os doentes. 

Os títulos já foram formalmente outorgados e serão fisicamente entregues em solenidade marcada para a noite do próximo dia 05, primeira terça-feira de janeiro e do novo ano, no BS Design, obedecidos os protocolos sanitários  ditados pelo Ministério da Saúde do Governo Federal. 

EMPREENDODORISMO 

Alexandre Castelo Sales, empresário de ramo de alimentos e do agronegócio, se destacou pela ousadia de pesquisar mundo a fora variedades de trigo em climas semelhantes ao do Nordeste Brasileiro, e investir no plantio do grão ancestralmente domesticado pelo homem, na Chapada do Apodi, atingindo elevada qualidade e produtividade surpreendentes na colheita.

Por esse mérito empresarial, de cunho corajoso e inovador, pelo seu ineditismo, pelos benefícios que essa nova cultura trará à economia do Estado, Alexandre Sales (nome proposto pelo acadêmico Marcos André Borges), é o primeiro Destaque Cearense a ser distinguido pela ACLJ, que lhe outorgará o “Troféu Empreendedores Brasileiros”.

Em saudáveis parcerias com outras entidades, publicas e privadas, ligadas aos setores agrícolas, da indústria e do comércio, a empresa familiar que Alexandre Sales preside – Santa Lúcia Alimentos – está lançando farinhas especiais, massas e até cervejas produzidas com o trigo cearense pioneiro, sob a marca comercial “Puríssima”.

 

BENEMERÊNCIA 

O segundo Destaque Cearense desta edição é o também empresário Igor Queiroz Barroso, por ter tido ele a inspirada iniciativa de fundar o Instituto Myra Eliane, entidade dotada com o nome de sua saudosa mãe, voltada à cultura e ao ensino, que mesmo durante a pandemia não arrefeceu o ânimo na manutenção de atividades em prol da educação infantil, em parceria virtuosa com o Ministério Público Estadual.

Igor, que foi proposto ao títulos pelo confrade Sávio Queiroz Costa, é recipiendário do “Troféu Benemerência Brasileira”, que lhe será conferido por esta ACLJ, confraria de que é integrante como Membro Benemérito, exercendo ele o mecenato no patrocínio de obras históricas como a reedição do livro “O Cearense” de seu avô Parsifal, e a biografia de sua avó, Olga Barroso, bem como de publicações léxicas e literárias editadas pela nossa Academia. 

ANJO DE ESMERALDA


Será destacado ainda o médico Carlos Roberto Martins Rodrigues Sobrinho, o popular Dr. Cabeto, profissional de notórios méritos, pessoa queridíssima pela sociedade cearense, Membro Efetivo Titular da ACLJ, Secretário da Saúde do Governo do Estado.

Pelos esforços desprendidos por ele no combate à pandemia da Covid-19 – virose pandêmica que ele próprio contraiu e de que convalesceu até a cura, sem interromper o seu trabalho à frente da Secretaria da Saúde – Dr. Cabeto teve o nome proposto pelo empresário Beto Studart para receber da ACLJ o “Troféu Prasinus Angelos”. 

O nome latino da láurea remete à angelical atividade de salvar vidas, que é inerente aos súditos de Hipócrates, os quais se identificam pela cor verde da esmeralda engastada em seu tradicional anel de grau.

PROSPECTIVA

Já em sede de prospectiva para o próximo ano se prevê a Assembleia Geral Aniversária comemorativa dos dez anos de existência da ACLJ, no dia 04 de maio, no auditório principal do Palácio da Luz – caso as condições sanitárias do País já estejam então normalizadas, como se espera – reunião a partir da qual se procederão as alterações relativas ao II Census ad Lustrum da nossa entidade, que adentrará uma nova fase, com nova denominação e novas metas.

Na oportunidade, resgatando pauta da agenda deste ano, será outorgada a Medalha Benemérito Ivens Dias Branco, por honra ao mérito de três jornalistas cearenses de notório valor, quais sejam os veteranos Antônio da Frota Neto e Narcélio Sobreira Limaverde, e o jovem e abnegado Francisco Edilson de Araújo, que por muitos anos prestou assessoria de imprensa ao paraninfo da Medalha, o nosso saudoso "Seu Ivens", tendo sido o elo de ligação entre a ACLJ e a família Dias Branco.

               

Nenhum comentário:

Postar um comentário